Quarta, 14 de abril de 2021
91980981659
Esportes

04/04/2021 às 19h02 - atualizada em 05/04/2021 às 16h45

182

Da Redação

Belém / PA

Implacável, Clube do Remo vence o Paysandu dentro da Curuzu
Organizado e eficiente, Leão Azul triunfa na casa do maior rival, neste domingo, com gols de Dioguinho, Lucas Tocantins, Lucas Siqueira e Rafael Jansen. Desfigurado e cheio de erros técnicos e táticos, Papão diminui com Nicolas, duas vezes
Implacável, Clube do Remo vence o Paysandu dentro da Curuzu
.

Organizado, Remo vence um desfigurado Paysandu



O Remo venceu o Paysandu por 4 a 2 na tarde-noite deste domingo, no Estádio da Curuzu, em Belém, pela quarta rodada do Campeonato Paraense 2021. Em um primeiro tempo eletrizante, debaixo de chuva, o Leão Azul abriu 3 a 1 com Dioguinho, Lucas Tocantins e Lucas Siqueira. Nicolas diminuiu para um Papão cheio de defeitos. No segundo tempo, Marlon perdeu um pênalti logo no início e os azulinos, mais eficientes na casa do maior rival, ampliaram com Rafael Jansen. Os bicolores até insistiram, pressionaram, marcaram com Nicolas, mais uma vez, mas não tiveram forças para buscar a vitória justa de um time remista organizado, em boa fase técnica e tática.


Panorama da tabela



Com a vitória, o Remo mantém os 100% de aproveitamento na temporada e no estadual. O Leão lidera o Grupo B com 12 pontos. O Paysandu sofreu a primeira derrota no ano. Com sete pontos, está na primeira colocação do Grupo A – clique e veja a classificação do Parazão.


Sequência de jogos



Na quinta rodada do Parazão, o Remo recebe o Independente Tucuruí na próxima quinta-feira, a partir das 17h, no Baenão. O Paysandu mede forças com a Tuna Luso um dia depois, na sexta-feira, no mesmo horário, na Curuzu.



Primeiro tempo



O Re-Pa começou eletrizante, do jeito que o torcedor gosta. E debaixo de chuva. Muita água na Curuzu. Mal a bola rolou e o Remo abriu o placar. Dioguinho recebeu o passe, girou e chutou pro fundo da rede. O Paysandu, entretanto, não deixou tempo para comemoração do rival. Logo em seguida, Nicolas, após um bate-rebate, ganhou dentro da área e finalizou na saída de Vinícius. Só que o Leão Azul estava implacável. Lucas Tocantins partiu pra cima da zaga, chutou com força e contou com uma “colaboração” de Victor Souza. A bola bateu na mão do goleiro e entrou. E tinha mais. Os visitantes fizeram o terceiro com Lucas Siqueira, em uma sobra de bola. Resumo: quatro gols em menos de 20 minutos. O Remo se aproveitou de uma “avenida” pelo lado esquerdo de ataque. Israel não conseguia cobrir as investidas de Lucas Tocantins, um dos destaques do primeiro tempo. O Papão se perdeu diante de um Leão organizado, focado nas oportunidades. O campo de ataque do Paysandu estava mais encharcado, dificultando as jogadas bicolores na busca de diminuir o prejuízo. Com os três gols no início, os remistas administraram o resultado antes da ida para o intervalo.


Segundo tempo



O Paysandu veio do vestiário disposto a iniciar uma reação. Logo com dois minutos, Ruy foi tocado por Vinícius dentro da área: pênalti. Gol? Não. Marlon isolou a bola pra fora da Curuzu. O Remo, então, passou a se aproveitar do desespero do maior rival. Depois que Gedoz e Dioguinho pararam em grandes defesas de Victor Souza, Rafael Jansen, no lance seguinte, pegou uma sobra de bola e estufou as redes. Goleada azulina: 4 a 1. Confiante, o Leão Azul trocava passes, esperava o contra-ataque e segurava um placar justo. O quinto gol só não saiu no chute de Edson Cariús porque Victor Souza salvou mais uma, dessa vez, com os pés. O Papão procurou não se entregar. Foi pra cima na base do abafa e diminuiu de cabeça com ele, Nicolas, que chegou ao quinto gol no Parazão, artilheiro isolado até aqui. Os bicolores pressionaram, mas não tiveram forças para buscar, no mínimo, o empate. Deu Leão Azul no primeiro Re-Pa da temporada 2021: 4 a 2.



 



 



 



FONTE: Globo Esporte

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Bragançahojeonline 2021 Desenvolvido por:
Geraldo Jamil