Segunda, 29 de novembro de 2021
91992772955
Esportes

18/11/2021 às 16h21

199

Da Redação

Belém / PA

STJD aceita ação do Goiás e Clube do Remo pode ser punido
O Clube do Remo poderá ser punido com multa.
STJD aceita ação do Goiás e Clube do Remo pode ser punido
Clube do Remo pode ser punido após atos homfóbicos contra Nicolas. | Foto: Reprodução/Web

Após acionar o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Goiás recebeu resposta positiva da procuradoria do órgão. O caso, é sobre as falas homofóbicas da torcida do Clube do Remo, na derrota por 1 a 0 para a equipe goiana na última segunda-feira (15), pela 36ª rodada do Brasileiro da Série B.


Segundo o advogado do Goiás, a ação partiu não só pelas manifestações consideradas homofóbicas por parte da torcida azulina, mas também pela confusão que aconteceu nas arquibancadas do Baenão.


Os episódios se enquadram nos artigos 234-G e também 213, o primeiro pelos gritos e ofensas a Nicolas e o segundo, em relação a confusão entre torcedores no estádio após a partida.


Segundo o Doutor Renan Pinheiro, advogado e especialista na área desportiva, em contanto com o DOL, disse que a pena não deve ultrapassar uma multa que pode variar de R$ 100,00 a  R$100 mil.


"Eu acredito que no máximo, pode ocorrer uma pena de multa ao clube, pois, dentre outros motivos, isso é um processo que ainda está sendo implementado, para a mudança dessa questão de cunho sociocultural presente no Brasil", disse. 


TOLERÂNCIA ZERO


No ano de 2019, o STJD divulgou um ofício direcionado aos clubes brasileiros para avisar que as agremiações seriam punidas por atos de homofobia dentro dos estádios. As sanções podem chegar até mesmo à perda de pontos, o que seria muito prejudicial ao Leão Azul, já que entraria na zona de rebaixamento restando duas rodadas para o término da Segundona.

FONTE: Dol

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Bragançahojeonline 2021 Desenvolvido por:
Jayro Anderson