Terça, 05 de julho de 2022
91992772955
Cidades

17/06/2022 às 14h08 - atualizada em 17/06/2022 às 14h48

680

Da Redação

BRAGANCA / PA

Estudante de teologia mata ex-namorada transexual
Dany chegou a ser socorrida pela irmã mas chegou sem vida na UPA de Tucuruí. A Polícia Civil faz buscas pelo acusado que está foragido.
Estudante de teologia mata ex-namorada transexual
Dany, que era transsexual disse um não para o seu ex, Erick Matheus, de 26 anos, que não aceitou o término do relacionamento e a esfaqueou gravemente | Divulgação PC

A Jovem Danielly do Carmo Santos, 24 anos, foi assinada na noite desta quinta-feira (16), em Tucuruí, após um desentendimento com ex-companheiro. Dany, que era transsexual disse um não para o seu ex, Erick Matheus, de 26 anos, que não aceitou o término do relacionamento e a esfaqueou gravemente. O crime aconteceu por volta da 22h, na rua Cametá, bairro Vila Peniel, próximo ao estádio Navegantão.

Dany, que morava com sua mãe, chegou a ser socorrida pela irmã, Daiane do Carmo mas chegou sem vida na UPA de Tucuruí. A Polícia Civil foi acionada e faz buscas por Erick, que está foragido.


De acordo com informações dadas pela Polícia Civil, eram por volta das 22h, quando Erik, teria procurado a vítima para tentar reatar o relacionamento. Diante da negativa de Dany, no calor de uma discussão, ele esfaqueou a vítima e em seguida fugiu do local.

O suspeito convivia com a vítima a cerca de um ano e não aceitava o fim do relacionamento. Danielly contou a familiares que o jovem nutria um ciúme anormal. Os dois tiveram uma discussão na noite de ontem. Erick atingiu a mulher com um golpe no pescoço.


Segundo relatou a irmã, Daiane do Carmo, “um ato covarde tirou a vida, de uma pessoa alegre e contagiante. Nossos amigos e a família perderam um pedaço feliz das nossas vidas. Peço justiça pela Danny!”, disse.

A família sem condições financeiras precisa de ajuda para custear o sepultamento de Dany e lançou uma campanha nas redes sociais.


Amigos do casal relataram que o relacionamento era conturbado. Erick é estudante de Teologia e mantinha um canal religioso no Youtube. A Polícia Civil investiga o caso e divulgou os contatos para que a população possa denunciar 190 ou (94) 98110-0176.

FONTE: Dol

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Bragançahojeonline 2022 Desenvolvido por:
Jayro Anderson