Terça, 16 de agosto de 2022
91992772955
Brasil

04/07/2022 às 16h24

133

Da Redação

BRAGANCA / PA

Falece aos 87 anos o cardeal Cláudio Hummes; estava doente, lutava contra um câncer no pulmão.
O cardeal franciscano faleceu nesta segunda-feira. Em 2016 visitou a Diocese de Bragança do Pará. Seu longo ministério foi dedicado, em particular, ao acompanhamento dos povos indígenas, do qual trouxe a voz ao Sínodo para a Região Pan-Amazônica em 2019.
Falece aos 87 anos o cardeal Cláudio Hummes; estava doente, lutava contra um câncer no pulmão.
Cardeal Cláudio Hummes, OFM. sendo recebido no Palácio do Planalto. (Reprodução CNBB)

Com uma nota de "pesar e esperança", o cardeal Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, comunicou o falecimento nesta segunda-feira, 4 de julho, do cardeal Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo e prefeito emérito da Congregação para o Clero.



"Omnes vos fratres" ("Vós sois todos irmãos") lê-se no brasão episcopal, ecoando a expressão de São Francisco de Assis, "Fratelli tutti” que inspirou também a última encíclica do Papa. Um outro sinal evidente daquela unidade de propósitos e pensamento que o ligava ao outro Francisco, o Pontífice reinante, cujo nome - resultado tão inédito para o mundo há dez anos, sem precedentes - era fruto de sua sugestão.


Dom Cláudio Hummes participou de dois conclaves, de 2005 e 2013, no ultimo esteve sentado ao seu lado, o até então Jorge Bergoglio, quando alcançou o número de votos necessários para ser eleito Papa, Dom Cláudio sussurrou-lhe ao ouvido: "Não se esqueça dos pobres". Da intuição surgiu outra intuição do Papa recém-eleito para a escolha do nome. Foi o próprio Francisco a revelar aos jornalistas que encontrou na Sala Paulo VI em 16 de março de 2013:


Tinha ao meu lado o Cardeal Cláudio Hummes, o arcebispo emérito de São Paulo e também prefeito emérito da Congregação para o Clero: um grande amigo, um grande amigo! Quando o caso começava a tornar-se um pouco «perigoso», ele animava-me. E quando os votos atingiram dois terços, surgiu o habitual aplauso, porque foi eleito o Papa. Ele abraçou-me, beijou-me e disse-me: «Não te esqueças dos pobres!» E aquela palavra gravou-se-me na cabeça: os pobres, os pobres. Logo depois, associando com os pobres, pensei em Francisco de Assis.



Nesta Igreja que desejava pobre e sempre "em saída", o arcebispo emérito de São Paulo fazia votos que pudesse ressoar com força a voz das populações amazônicas, feridas pelo desmatamento, por projetos predatórios e doenças da terra e das pessoas, bem como os problemas pastorais. Outro motivo de grande alegria para o cardeal foi, de fato, a convocação do Sínodo para a Região Pan-Amazônica em outubro de 2019, uma oportunidade para concentrar a atenção coletiva em uma parte do mundo muitas vezes esquecida.


Visita em Bragança



Depois de  passar por Paragominas, Dom Claudio Hummes chegou na cidade de Bragança, por volta de 12:20hs de domingo (21 de fevereiro de 2016), O Cardeal Dom Claudio Hummes, que estava fazendo uma série de visitas a dioceses localizadas no território amazônico nacional, visitou a comunidade do Treme, vila no interior de Bragança que fica a 17 km da cidade.


Ele aproveitou também para fazer reflexões sobre alguns problemas encontrados na Amazônia, alertar sobre os cuidados com meio ambiente e principalmente repassar mensagens do Papa Francisco aos comunitários. Dom Luiz, Bispo da Diocese de Bragança, falou sobre a falta de religiosos na diocese e comparou algumas paróquias do Sul do país com as daqui e concluiu que lá existem lugares com 5 mil habitantes e já é paróquia, enquanto que aqui continua sendo comunidade justamente pela falta de sacerdotes. E exortou a participação dos leigos nos serviços pastorais.



Após a visitas a comunidades rurais, Cardeal Claudio Hummes retornou a Bragança onde presidiu missa na Catedral Nossa Senhora do Rosário, concelebrada por Dom Luiz. No dia seguinte, concedeu uma entrevista coletiva no inicio da manhã e ainda visitou o Hospital Santo Antônio Maria Zaccaria. A tarde retornou a Belém onde continuou sua visita a outras dioceses do Estado.


FONTE: Diocese de Bragança

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Bragançahojeonline 2022 Desenvolvido por:
Jayro Anderson